A família diante dos desafios atuais
por, Eliabe de Abreu Azevedo em 27/6/2011 às 08:25:34am

FamíliaA vida em família e a vida conjugal têm cada vez mais enfrentado realidades desafiadoras. Há um bombardeio de informações, que tem agido no processo de formação de padrões de comportamento afetando a vida em família e a continuidade da vida conjugal.

Pesquisas nos EUA mostram que de 96% de todos os americanos que se casaram, 38% desses se divorciam, enquanto 79% desses casaram de novo e 44% desses se divorciaram novamente.  Os EUA têm a taxa de divórcio mais alta no mundo.  A realidade brasileira não é muito diferente: Um em cada quatro casamentos acaba em divórcio. O número de casamentos tem diminuído nas ultimas décadas enquanto as uniões sem formalidade têm aumentado significativamente.

Convém ressaltar que a instituição casamento continua sendo saudável, segura e abençoadora. Estudos científicos têm enaltecido o casamento e mostrado que ele é bom para a saúde física, mental e sexual. Pessoas casadas têm menos incidência de câncer e de problemas cardíacos. Ser casado é um dos fatores que mais podem influenciar a felicidade pessoal. A alegria de viver e a saúde mental são diretamente reforçadas pelo casamento. Pesquisas realizadas nos EUA “mostram que casais que convivem e superam as adversidades do matrimônio são mais felizes do que os que optam pela separação” – (Revista veja, 29 de janeiro de 2003, página 32) Vale a pena investir no casamento, ainda que saibamos ser uma sociedade difícil e que requer cuidados contínuos.

Dentre alguns dos desafios atuais a serem enfrentados pela família e pelo casal, temos a realidade da cultura em que vivemos.

É quase que unânime afirmar que a nossa sociedade trabalha contra a família.  As pressões que sofre o casamento e a família hoje, são muito mais severas que as que nossos pais sofreram.  Em nossos dias é mais difícil para um casal permanecer casado.  No fim do século passado houve quem fazendo previsões para o futuro chegou a afirmar que a família desapareceria. Graças a Deus elas não se cumpriram, mas as famílias vêm sofrendo mudanças em sua configuração.

Sofremos com a realidade do materialismo que resulta no consumismo, fazendo uma pressão para que se tenha cada vez mais, se compre cada vez mais gerando um grande estresse para o sustento familiar e sobrecarregando a família em busca de sustento.

A busca pelo prazer tem levado as pessoas a se comportarem com egoísmo e deslealdade, fazendo com que haja na família um ambiente de confusão e provocando um número crescente de separação e divórcio.

Nós não deveríamos estar surpreendidos que este tipo de coisas esteja acontecendo. A Bíblia diz que quanto mais próximo fosse o tempo da volta de Jesus, mais nós veríamos coisas assim. Em 2 Timóteo 3:1-4 lemos que nos últimos dias seria muito difícil a vida de um Cristão.  As pessoas ficariam totalmente egocêntricas, avarentas por dinheiro, orgulhosas e abusivas.  Elas se comportam com ingratidão, sem afetos normais, sem autocontrole, e com uma busca de prazer intenso ao invés de buscar a Deus.

São três os maiores gigantes contra os quais a família deve lutar: Humanismo, que é o desejo do individuo se colocar sempre em primeiro lugar. É aquela afirmação “eu tenho que fazer o que é melhor para mim”; Materialismo, que é claramente visto pela ganância por mais dinheiro e poder. Em nossos dias se trabalha mais do que o razoável, porém, por que há infidelidade a Deus e desgaste do relacionamento conjugal, torna-se vão o esforço que é feito. Hedonismo, que é a filosofia do prazer amoroso mais que do amor a Deus.  Nós vivemos em uma época de busca de pura satisfação imediata.   

A nossa resposta como famílias e casais a esta cultura que diz: primeiro eu, primeiro o dinheiro, primeiro o sexo, é praticar o que ensina a Palavra de Deus: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. Romanos 12.2

Além dessa postura firme de andar na contra mão da cultura vigente, assumindo que o nosso maior compromisso é com o Senhor Jesus, a outra solução há de ser considerar as palavras do nosso Senhor Jesus. Ele nos ensina: “Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha". Mateus 7.24,25 A chave é ter a fundação certa.  A fundação certa é praticar o que a Palavra de Deus sinaliza para nós. O segredo é construir uma fundação firme para seu casamento. Para praticar o que ensina a Palavra de Deus é preciso investir mais tempo na sua leitura, no seu estudo e na meditação dela. Talvez seja oportuno refletir e agir a ponto de diminuir o tempo gasto com a televisão, com os filmes, com a Internet e aumentar o tempo aos pés do Senhor com oração e leitura da sua Palavra.

Deus deseja abençoar as famílias e os casamentos, Deus deseja que através de nossas famílias as outras famílias sejam abençoadas. A promessa de Deus a Abraão lá no passado serve para nós hoje: “Em ti serão benditas todas as famílias da terra”.

 

José Maria de Souza – Pastor
Diretor Executivo da CBF

Fonte: http://www.batistafluminense.org/


SIRLEYMADEIRAS em 23/7/2011 às 10:33:46pm
FICO COM A ESTROFE QUE É ASSIM QUANDO TUDO PERANTE O SENHOR ESTIVER E TODO MEU SER ELE CONTROLAR SÓ ASSIM EI DE VER QUE O SENHOR TEM PODER...PRECISAMOS CRER QUE DEVEMOS COLOCAR TUDO DIANTE DE DEUS PARA VENCERMOS AS DIFICULDADES QUE NOS SOBREVÉM.EM FIL.4,6e7 ENCONTRAMOS ENSINAMENTOS NECESSARIOS

Gilcéia em 30/6/2011 às 06:32:06pm
Parabenizo a iniciativa de um jovem que acabou de completar 24 anos, solteiro, em elaborar este site, onde matérias tão importante como esta, que é um alerta para as famílias, estão chegando nos lares do povo de Deus.

Washington Paravidino em 30/6/2011 às 08:53:56am
Pastor Pedro realmente temos que estar atentos a essas armadilhas que vêm contaminando muitas famílias e até levando à separação.
Acho que essa pastoral daria um belo estudo para casais.

Deixe aqui seu comentário!

Seu nome

Comentário



Aguarde um pouco, a pagina está sendo carregada!

Aguarde um pouco, os comentários estão sendo carregados!